Obrigada Vida !

Pois é...e recebi mais ainda.
Sinto dó de quem não tem fé. Na hora da dor profunda, da desesperança,na desesperança sobre os seres humanos, tenho sido agraciada de algum modo, nestes últimos dias.
Para meu amigos, de verdade, eles sabem o quanto tenho sofrido na alma, pela morte de meu único filho.
O Papa Francisco mexeu TANTO com meu coração e com minha alma !
E tem sido efeito cascata....
Neste momento em que jovens (os verdadeiros gigantes) acordam para as injustiças políticas e sociais, acordam ao mesmo tempo para a ternura, a bondade, para o amor ao próximo, a solidariedade e a pureza de coração.
Acordei, sem querer levantar...
Fiquei de olhos fechados e por uma razão que desconheço, via o armário de meu filho, na casa dele ,com os casacos de lã pendurados.
A casa vazia...
Aí "resolvi" sair...mesmo com todo o frio...Fui ao Barrashopping comprar balas de gelatina Fini, que adoro.
Qdo passei na praça da alimentação, estava LOTADA de jovens com as mochilas escritas JMJ. Cada uma de uma cor. Era um mar de gente, de diversas nacionalidades, com suas mochilas.Ninguém comprava nada.Só se alimentavam.
As carinhas deles eram tão alegres, sem tensões, !
Eles não deviam ser cariocas, pq eles olhavam as pessoas nos olhos, sorriam, em vez de ignorarem...
Aquilo, de novo mexeu comigo. Tive um profundo desejo de agradecer a eles por existirem e me devolverem a fé e a esperança de que podemos ter esperanças de um mundo melhor. Estes jovens estão pelo mundo todo.
E nós mais velhos podemos reverenciá-los. Sua sabedoria é inocente, sem culpas e pura. Os velhos não são tão puros, nem inocentes, embora sábios. De novo, senti uma onda quente no meu peito,uma emoção muito intensa.
Uma vontade enorme de dizer a eles : "Obrigada por existirem"
E já ia indo embora, qdo voltei,procurando um grupinho que falasse portugues, ou espanhol ou ingles...embora nada seja melhor para expressar sentimentos que nosso próprio idioma.
Vi uma mocinha lindinha e me dirigi a ela e perguntei:
Vcs são brasileiros ?
E ela disse somos sim, com um sorriso lindo...
Os quatro rapazes que a acompanhavam pararam de conversar e olharam pra mim.Aí meu choro queria sair...
E eu disse: "Pera aí...quero ver se consigo falar algo a vcs , sem chorar"
E com os 5 me olhando, eu disse:
"Obrigada por existirem.Obrigada por terem renovado a esperança de um mundo melhor no coração de uma velhinha. Queria que meu filho fosse vivo para estar aqui entre vocês.O Papa Francisco e vcs renovaram minha fé e a minha esperança de que a bondade , o amor e a solidariedade não morreram e não morrerão enquanto pessoas como vcs existirem"
Mas aí eu já estava chorando muito.
De repente, os 5 me cercaram, abaixaram suas cabeças, encostando na minha e ficaram assim alguns minutos.Eu só chorava e dizia: "Que Deus abençoe vocês e obrigada pelo abraço de vcs 5"
Eles estavam com os olhinhos cheios de lágrimas e o mais jovem me perguntou: Como é seu nome?"
Eu disse: Jane
E ele me disse, logo mais no encontro, vou pedir a Deus que a abençoe também e a conforte.
Só pude dizer: "Bom retorno" e saí chorando completamente amada e abraçada.
Cheguei no prédio,emocionada para todos os lados e passei na casa de uma amiga a quem quis levar algum conforto, pq ela bem que precisa.
Desabafamos uma com a outra e nos abraçamos e pedimos a Deus que nos iluminasse. Sai feliz de ter podido levar parte do conforto que recebi.
beijo nos corações de todos e, em especial, naqueles que perderam entes queridos. Só nos faz bem amarmos uns aos outros,assim, de graça, sem cobranças e sem julgamentos, sem expectativas como estes jovens fizeram por mim e comigo.
A vida é minha igreja e minha religião.

 

Todos os Desejos do Mundo Copyright © 2013| por layla