ATÉ QUANDO?


  • ATÉ QUANDO?
    Triste e cruel realidade.
    Temos uma democracia não democrática, onde os partidos servem meramente como siglas e se definem por coalizões. São balcões de negócios que nos enfiam goela abaixo os seus previamente escolhidos pelas oligarquias. Legalmente acobertadas pelo manto de autarquia política dos partidos. Com isso fazemos a convalidação por meio do voto, elevando ao mais alto escalão às figuras notórias concebidas pelo nível de mediocridade (critério democrático atual) e sobre tudo lhes dando os eternos cargos de detenção do poder...
    E não se pode esperar outro resultado de uma sociedade que se esquiva das responsabilidades na vil covardia - no exercício de sua cidadania, com os votos nulos, brancos e nas abstenções (direito que lhes assiste) - sem contar o péssimo e ridícul
    o hábito de escolha do auto favorecimento, abrindo largas escalas positivas e legais para os “inimigos” do povo se apossar, nítida e imutavelmente, do patrimônio e dele fazer agregação ao seu...!
    Infelizmente, é conclusivo, que o povo é o único e exclusivo culpado! Ainda que não queira se dar conta disso, será, sempre, um simples objeto do processo eleitoral e com prazo de validade máximo de 90 dias (período eleitoral)... Lamentável!
    Mesmo assim, na certeza que estamos a poucos passos, acredito que pelas vias da Educação tenhamos êxito, pois é o melhor, lustroso e árduo caminho para trilharmos a valorização da cultura política. Então, sermos cidadãos de fato - livres e comungarmos o desenvolvimento humano em sociedade...
    Daí extrair da sociedade média o falso poder de compras (ora impregnado pela mídia governamental).
    E desmistificar da classe miseravelmente pobre os conceitos de que os “bolsas” são promissores amparos e fazê-los entender que as nossas riquezas não podem ser distribuídas em parcelas de migalhas!
    Banir o neo-feudalismo do século XXI que trata a sociedade como vassalos.
    E por fim extinguir o falho sistema político democrático cristalizado do século XVIII.

    Salvemos, salvemos a PÁTRIA AMADA!
    ATÉ QUANDO?
Triste e cruel realidade.
Temos uma democracia não democrática, onde os partidos servem meramente como siglas e se definem por coalizões. São balcões de negócios que nos enfiam goela abaixo os seus previamente escolhidos pelas oligarquias. Legalmente acobertadas pelo manto de autarquia política dos partidos. Com isso fazemos a convalidação por meio do voto, elevando ao mais alto escalão às figuras notórias concebidas pelo nível de mediocridade (critério democrático atual) e sobre tudo lhes dando os eternos cargos de detenção do poder...
E não se pode esperar outro resultado de uma sociedade que se esquiva das responsabilidades na vil covardia - no exercício de sua cidadania, com os votos nulos, brancos e nas abstenções (direito que lhes assiste) - sem contar o péssimo e ridículo hábito de escolha do auto favorecimento, abrindo largas escalas positivas e legais para os “inimigos” do povo se apossar, nítida e imutavelmente, do patrimônio e dele fazer agregação ao seu...!
Infelizmente, é conclusivo, que o povo é o único e exclusivo culpado! Ainda que não queira se dar conta disso, será, sempre, um simples objeto do processo eleitoral e com prazo de validade máximo de 90 dias (período eleitoral)... Lamentável!
Mesmo assim, na certeza que estamos a poucos passos, acredito que pelas vias da Educação tenhamos êxito, pois é o melhor, lustroso e árduo caminho para trilharmos a valorização da cultura política. Então, sermos cidadãos de fato - livres e comungarmos o desenvolvimento humano em sociedade...
Daí extrair da sociedade média o falso poder de compras (ora impregnado pela mídia governamental).
E desmistificar da classe miseravelmente pobre os conceitos de que os “bolsas” são promissores amparos e fazê-los entender que as nossas riquezas não podem ser distribuídas em parcelas de migalhas!
Banir o neo-feudalismo do século XXI que trata a sociedade como vassalos.
E por fim extinguir o falho sistema político democrático cristalizado do século XVIII.

Salvemos, salvemos a PÁTRIA AMADA!
 

Todos os Desejos do Mundo Copyright © 2013| por layla